24 de abr de 2013

O piloto das selvas - Russell T. Hitt & Walter Kaschel

Eu tinha cerca de oito anos quando assisti a minha primeira peça de teatro. Era uma produção da igreja em que eu me congregava e se intitulava “Ponte de Sangue”. A experiência foi ainda mais significativa para mim, pois meus pais estavam no elenco. Eles faziam o papel de Jim e Betty Elliot. O enredo tratava da experiência de cinco jovens casais missionários que queriam pregar o evangelho entre os aucas, tribos indígenas completamente distantes da civilização, situados próximo à linha do Equador. Um dos personagens principais era Nate Saint, um jovem apaixonado por aviação, que não pôde realizar seu sonho de ser piloto da força aérea americana devido a complicações em sua saúde.

O Piloto das Selvas é um livro que estava em uma das estantes da minha casa há quase 20 anos. Foi um presente de aniversário que minha mãe ganhou de um dos irmãos que também estava no elenco da peça que eles, lindamente, interpretaram em 1993. E este livro trata exatamente da vida de Nate Saint e de como Deus providenciou o encontro desses amigos (os cinco casais, entre eles Jim e Betty Elliot) que introduziram missões às tribos aucas.

Eu nunca tinha me interessado por ler, pois achava que, como já conhecia a estória, não teria muita coisa a me acrescentar. Mas uma coisa tenho a dizer: É um relato extremamente emocionante, com partes do diário pessoal de Nate (eu amo diários), que nos leva a profundas reflexões sobre a nossa utilidade no Reino. Pelo título da obra, creio que não solto nenhum spoiler em dizer que Nate tornou-se um piloto do exército celeste, né? E não, o livro não era nada do que eu pensava, ele narra os bastidores da missão, e não apenas a missão propriamente dita, que era a estória que eu conhecia.

Um livro pequenininho, com um pouco mais de 100 páginas, bem antigo (a minha versão é de 1978) e por isso, não tem lá a melhor diagramação (é bem ruinzinha mesmo) e possui uma linguagem menos dinâmica que os livros de hoje em dia. Mas a grandiosidade do evento te prende e faz dele uma estória que devia entrar para a História das missões mundiais. Quem gosta de biografias missionárias deve ler.

A edição é da Missão Asas de Socorro, mas é impresso e publicado pela editora Betânia. Você pode adquiri-lo sob encomenda com a própria Editora, com a Missão ou em sebos (já que é um livro antigo). É bem provável que encontre em bibliotecas de seminários e igrejas.

Sejam todos muito edificados. Beijo!

Ps. 1: Infelizmente, a versão que eu possuo está com algumas páginas em branco. L Creio que foi um erro de impressão mesmo, não me parecia ser desgaste do tempo, porém isso não me fez muita falta durante a leitura. Mas fica o alerta: Preste atenção nesse detalhe quando for escolher sua versão. Espero que você tenha mais sorte do que eu encontre um bem completinho. ;-)

Ps. 2: Trabalho com diagramação gráfica e, de tanto amor que senti por ele, fiquei super interessada em rediagramar esse título. Quem sabe numa nova edição linda, ele volte a vender aos montes. <3

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...