20 de nov de 2010

A Fuga

Nos meus tempos de adolescência (parece que foi ontem, rsrrsrs), enquanto passeava entre as estantes do escritório do Pb. Manoel Canuto, lá na CLIRE (Centro de Literatura Reformada), em Recife, dei de cara com o livro “A Fuga”, de A. Van der Jagt, traduzido e divulgado pelo Projeto Os Puritanos. Li a sinopse e não resisti... tratei logo de adquirir um.

Quando cheguei à casa de meu avô paterno, que na época já passava de seus 90 anos, encontrei o mesmo livro na prateleira de sua estante. Achei engraçado que um livro ‘infantil’ estivesse ali. Vovô olhou pra mim, sorriu e disse: “esse livro é muito bom! Já li 6 vezes”. Corri pra casa e fui ler o meu, rsrsrs. Descobri que é um livro para todas as idades!

O livro narra a história, baseada em fatos reais, de três huguenotes fugindo à perseguição na França. Huguenotes... assim eram chamados os militantes da Reforma Protestante naquele país (no séc. XVII). Os adolescentes (dois irmãos separados na infância com a morte dos pais e mais um amigo que encontraram pelo caminho) fogem rumo à Holanda num espírito destemido e disposto a passar por todos os obstáculos que viessem, contanto que pudessem louvar a Deus com liberdade cristã.

Os cristãos, no Brasil, estão na iminência de passar por várias perseguições (ou já estamos passando?) e a nossa fé será duramente testada. Creio que histórias como a de John, Camille e Manette servirão de encorajamento para muitas crianças, jovens e velhos que desejarem seguir Cristo até a morte, se preciso for, “como está escrito: Por amor de ti, somos entregues à morte o dia todo, fomos considerados como ovelhas para o matadouro. Em todas estas coisas, porém, somos mais que vencedores, por meio daquele que nos amou” (Romanos 8.36,37).

Onde adquirir: aqui

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...